h1

Estudantes realizam manifesto silencioso na UFRGS

sexta-feira, 23/04/10

do ClicRBS

Estudantes de vários cursos realizaram uma manifestação silenciosa no saguão da reitoria, pouco antes da reunião do Conselho Universitário na manhã desta sexta-feira. Conforme o presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UFRGS, Renan Pretto, eles protestam contra a ideia de impedir os agradecimentos individuais dos alunos nas formaturas:

— Querem nos calar. É exatamente por isso que estamos fazendo um ato em silêncio. Não queremos mais do que 30 segundos para agradecer aos nossos familiares. Tem gente que viaja 600 quilômetros para ver o filho que está há anos longe de casa.

Segundo Renan, a proposta do DCE é dar tempo total para cada formando de dois minutos, do momento em que o nome é anunciado até o recebimento do diploma e o discurso individual. Ele também reclama da falta de retorno da reitoria.

— Ninguém nos fala nada. Faz um mês que enviamos uma série propostas para a reitoria, mas não estamos tendo retorno. Ficamos sabendo que haverá uma definição pela mídia

Um abaixo-assinado na internet, lançado para colher adesões à ideia de que a manifestação do formando na cerimônia é sagrada, já conta com um bom número de adesões.

— Estamos com que 2,4 mil assinaturas. Isso significa cerca de 10% dos estudantes da UFRGS — comenta o diretor de relações institucionais do DCE e membro do Conselho Universitário, Marcel Van Hattem.

Outra discussão é sobre o Salão de Atos, que deve entrar em reforma no final do ano, justamente quando começam o período de formaturas de 2010/2.

— O local é usado para atividades externas durante o ano e quando chega o final do ano é a nossa vez. Por que não usam esse tempo que não tem programação interna para a reforma? – questiona Pretto

A universidade está reavaliando e promete regras definitivas até 15 de maio.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: