h1

Representação do DCE participa de painel sobre o PDI da UFRGS

sábado, 17/04/10

Nesta sexta-feira, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul realizou no auditório da Faculdade de Arquitetura, o painel “Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI): Concepção, Construção e Proposição de um Plano Institucional”. Representando o DCE, esteve o secretário de Relações Institucionais e estudante de Administração, Marcel van Hattem, como um dos ativadores da reunião. A atividade foi coordenada pelo vice-reitor Rui Vicente Oppermann, e contou com o diretor de Regulação e Educação Superior do SeSu/MEC, Paulo Roberto Wollinger, o secretário de Avaliação Institucional da UFRGS, Gilberto Cunha, e o secretário de Educação a Distância, Sergio Franco, como painelistas. Como ativadores da discussão, participaram Cláudio Scherer (ADUFRGS) e José Luís Rockenbach (ASSUFRGS).

O que é o PDI? Trata-se do documento que estabelece os parâmetros de atuação da instituição, estabelecendo seus objetivos a longo prazo e apresentando que medidas serão tomadas para que ocorra a concretização dessas metas. Resumindo: o PDI é o instrumento da universidade  que vai expressar qual será seu posicionamento para os próximos anos.

Na sua fala, Marcel colocou alguns pontos de vista, defendidos pela gestão do DCE:

* Maior investimento da UFRGS em sua internacionalização, com adequação curricular dos cursos a fim de que o estudante que busque uma pós no exterior possa estar preparado assim que esteja graduado. Também que seja dada mais ênfase no ensino da língua estrangeira para todos os alunos, a fim de que todos os estudantes da UFRGS sejam fluentes em ao menos uma língua estrangeira quando formados.

* Adequação da política de comunicação da Universidade, buscando ir aonde o estudante está. “A Comunicação da UFRGS não pode mais se restringir aos meios tradicionais. Deve estar também nas novas mídias, no Twitter, Facebook, Orkut. É ali que nós estudantes estamos”, disse ele.

* Apoio à expansão da universidade para o interior do estado com a criação de cursos voltados para as necessidades das regiões onde forem instalados estes campi.

* Apoio ao aumento de vagas na universidade pública, desde que a excelência acadêmica seja sempre a prioridade.

* Defesa de um novo sistema de bibliotecas, aumentando o tamanho e importância do acervo da Biblioteca Central e possibilitando seu funcionamento durante as 24 horas por dia no médio prazo.

No próximas semanas, a Comissão Própria de Avaliação, composta por professores, servidores e pelos estudantes Mariana Martins e Leonildo Sales, vai se reunir para dar prosseguimento à elaboração deste plano. Devido à relevância do tema, o DCE vai realizar reuniões com os alunos e enquetes para poder colher a opinião dos estudantes a fim de que tal documento possa contemplar as necessidades dos discentes da UFRGS.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: