h1

DCE da UFRGS cria Fórum em Defesa do Parque Tecnológico

quinta-feira, 11/03/10

O Diretório Central de Estudantes realizou, na tarde de hoje (11), uma reunião com entidades da sociedade civil, autoridades governamentais, órgãos da Universidade e estudantes em defesa da criação do Parque Tecnológico na UFRGS. “Infelizmente, a manifestação de uma minoria de estudantes, MST e Via Campesina acabou atrasando a apreciação deste projeto que é importantíssimo para a nossa Universidade”, diz Marcel van Hattem, um dos membros do Conselho Universitário que teve o acesso à sala do CONSUN obstruído pelos manifestantes na última sexta-feira. “Vamos realizar um grande abaixo-assinado de apoio ao Projeto dentro da Universidade para garantir a sua apreciação, o quanto antes, pelo CONSUN”, reforça.
.
“O grupo contrário ao Parque conseguiu, lamentavelmente, o que queria, ou seja, atrapalhar o andamento de um projeto que já deveria ter se tornado realidade há anos. Nós vamos fazer de tudo agora para garantir a sua apreciação pelo CONSUN o quanto antes”, diz Renan Pretto, estudante de Administração e presidente do DCE. “O pior de tudo, é que esses manifestantes utilizaram-se da violência e acabaram sendo convidados pela reitoria para organizar debates sobre o projeto. Que legitimidade têm o MST para debater parque tecnológico?”, questiona Renan.
.
No evento, os presentes decidiram solicitar à reitoria a apreciação imediata do Projeto que cria o Parque Tecnológico e instituir um fórum de debates com palestrantes que tenham experiência no tema. “Este projeto já deveria estar implementado, é uma pena que ainda estejamos nesta fase de discussão”, disse o Felipe Camozzato, presidente da PS Júnior, presente ao evento. Ademir Monteiro, representante da FARSUL, colocou a entidade à disposição do DCE para oferecer palestrantes ao fórum de discussão. “Negar a implantação deste projeto é aliar-se ao atraso”, disse ele. Já a representante da SEDETEC, Ana Paula Matei, ressaltou que 90% das empresas instaladas hoje já na UFRGS como incubadoras atendem aos alunos. “Além do mais, o mérito do projeto já foi amplamente debatido dentro da Universidade”, ressaltou ela. Lauri Zen, representante da Federação dos Jovens Empreendedores do Estado, também saudou a iniciativa do DCE. “Transformar a criatividade em resultado vem da inovação”, declarou. Por fim, Edio Mugge, chefe de Gabinete da Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia colocou à disposição os contatos que têm de pessoas que podem tratar do tema.
.
Entre as entidades convidadas para integrarem a organização do Fórum, estão o próprio DCE, a PS Junior, da Escola de Administração; a Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico – SEDETEC – da UFRGS; os Institutos e Uni a comissão responsável pelo projeto no CONSUN; entidades sindicais como FECOMÉRCIO, FIERGS e FARSUL; a Secretaria de Inovação da Prefeitura de Porto Alegre; a Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul; a Comissão de Educação, Desporto, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa; os Ministérios da Educação e da Ciência e Tecnologia do Governo Federal; a Administração Central da Universidade; a Federação dos Jovens Empreendedores do Rio Grande do Sul; os Institutos Liberdade e de Estudos Empresariais; e outras entidades que tenham interesse e competência para abordar o tema.
.
Estiveram presentes à reunião e integram desde já a organização do Fórum em Defesa do Parque Tecnológico o Presidente do DCE da UFRGS, Renan Artur Pretto; Marcel van Hattem, representante discente no Conselho Universitário da UFRGS e diretor de Relações Institucionais da entidade; Ana Paula Matei, Alice Gonçalves e Adriano Rossi, representantes da Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico – SEDETEC – da UFRGS; Felipe Camozzato, Presidente da PS Júnior e coordenador da confederação nacional de Empresas Juniores; Vicente Korbes, Lidiane Gomes, Juliana Provenzi e Maura Ferreira, gerentes e consultores da PS Júnior; Fabio M. Ostermann, Diretor-executivo do Instituto Liberdade e coordenador do grupo Estudantes para a Liberdade; Edio Mugge, chefe de gabinete da Secretaria de Ciência Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul; Sérgio Araújo, Representante da Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa; Ademir Costa Monteiro, Representante da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul; e Lauri Zen, Representante da Federação dos Jovens Empreendedores do Rio Grande do Sul. Não pôde se fazer presente, mas manifestou interesse em participar da organização dos debates o presidente do Sindicato das Empresas de Informática do Estado – SEPRORGS -, Edgar Serrano.
.
Segue nota emitida pelos presentes:
.
Aos 11 dias de março de 2010, estiveram reunidos, na sede do Diretório Central de Estudantes da UFRGS, estudantes dirigentes da entidade; representantes discentes; representantes de entidades da sociedade civil; autoridades governamentais; e representantes de órgãos vinculados à Administração Central da Universidade. O grupo se reuniu para debater a respeito do Parque Tecnológico da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, cuja aprovação está pendente de deliberação do Conselho Universitário. Os presentes concordaram nos seguintes pontos:
.
1. Manifestar apoio à criação do Parque Tecnológico da Universidade Federal do Rio Grande do Sul pelos ganhos que sua implementação trará tanto para a UFRGS como para toda a sociedade gaúcha;
.
2. Lamentar e repudiar as manifestações violentas que impediram o debate sobre o projeto no Conselho Universitário, prevista para sexta-feira, 5 de março, e que atrasaram mais uma vez a apreciação do projeto que conta com o apoio de todos os presentes;
.
3. Solicitar à presidência do Conselho Universitário que o projeto permaneça na pauta e que seja também garantida a realização e a antecipação da próxima sessão do Conselho, independentemente de possíveis manifestações semelhantes às presenciadas na sexta-feira, 5
de março;
.
4. Instituir um fórum, coordenado pelo DCE, em defesa do Parque Tecnológico da UFRGS que promoverá debates com toda a comunidade acadêmica e, em especial, com os estudantes desta Universidade, os benefícios da criação deste projeto. Para tanto, cada entidade presente indicará um representante para a organização do Fórum, que poderá ainda contar com representações de outras entidades que não puderam se fazer presentes a esta reunião.
.
Assinam esta nota os presentes
.
.
Renan Artur Pretto
Presidente – DCE UFRGS
.
Marcel van Hattem
Representante discente no Conselho Universitário da UFRGS
.
Ana Paula Matei, Alice Gonçalves e Adriano Rossi
Representantes da Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico da UFRGS
.
Felipe Camozzato
Presidente da PS Júnior
.
Vicente Korbes, Lidiane Gomes, Juliana Provenzi e Maura Ferreira
Gerentes e consultores da PS Júnior
.
Fabio M. Ostermann
Diretor-executivo do Instituto Liberdade e coordenador do Estudantes pela Liberdade
.
Edio Mugge
Chefe de Gabinete – Secretaria de Ciência Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul
.
Sérgio Araújo
Representante da Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência  e Tecnologia da Assembleia Legislativa
.
Ademir Costa Monteiro
Representante da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul
.
Lauri Zen
Representante da Federação dos Jovens Empreendedores do Rio Grande do Sul
.
Leonildo Sales, Garibaldi Brilhante, Paola Graciano, George Silvestre, Tiago Gromann, Tiago Bonetti, Mateus Piato e Mariana Martins
Estudantes da UFRGS
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: