h1

ATO DE LANÇAMENTO DO MANIFESTO CONTRA A INTOLERÂNCIA

terça-feira, 18/09/07

intolerancia.jpg 

 

MANIFESTO CONTRA A INTOLERÂNCIA !!!
O primeiro semestre de 2007 foi o mais polêmico dos últimos tempos em nossa Universidade. O movimento estudantil organizado no Diretório Central dos Estudantes, nos Centros e Diretórios Acadêmicos, grupos de trabalho, como o das Ações Afirmativas, e os diversos coletivos tiveram enorme preponderância nos rumos da UFRGS.
            No dia 29 de junho foram aprovadas no Conselho Universitário as Ações Afirmativas através da reserva de vagas para oriundos de escola pública, para autodeclarados negros e indígenas.
            Debate polêmico. Primeiro porque discute os rumos do acesso à UFRGS, hoje restrito a apenas 10% dos que concorrem a suas vagas. Segundo, porque questiona a estrutura social em que os filhos das classes mais abastadas têm mais condições de disputar as pouco mais de 4000 vagas. Terceiro porque põe na ordem do dia uma das principais máculas da história brasileira, a escravidão e seu legado mais presente: o racismo.
            Muitos dos argumentos favoráveis às cotas e anti-cotas serão de grande relevância para o futuro da educação superior brasileira. Entretanto, algumas afirmações e atitudes apenas contribuíram para acirrar os ânimos e impedir o necessário debate que estava posto. As pichações que foram feitas nos muros do Campus do Centro são a materialização do preconceito existente.
            Esse fato nos coloca em outro patamar, ainda mais com a aprovação das cotas. A luta contra a intolerância, o preconceito, em especial o racismo, exigirá de toda a comunidade acadêmica disposição redobrada. Nada justificará qualquer tipo de discriminação aos cotistas. Devemos nos atentar à recepção dos calouros em março de 2008. Aos professores em sala de aula. Aos colegas no convívio diário.
            É dever de todos os membros da Universidade, como cidadãos e por estarem em um local de produção de valores simbólicos para toda a sociedade, impedirem a proliferação do racismo verbal e/ou material.
            Sempre que necessário, endossaremos e acrescentaremos o dossiê sobre manifestações racistas que ocorreram na Universidade, hoje em mãos do Ministério Público gaúcho, a fim de localizar e punir os responsáveis por esses atos.
A luta contra o preconceito e a intolerância é uma luta de todos nós.
Junte-se a ela.
Estudantes, professores, funcionários, entidades e instituições que subscrevem esse manifesto.
Diretório Central dos Estudantes da UFRGS
Conselho de Entidades de Base da UFRGS (DALC, DAFA, CADI, CATC, CEABI, DAIBI, CECS, DACOM, CAAR, DACOMP, DAECA, DAEFI, DAEE, CEUE, DAEMA, DAFF, DAEF, CAEG, CHIST, CEL, CASL, DAQ, CERI, DAFV)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: