h1

Servidores da UFRGS aderem a greve nacional

terça-feira, 29/05/07

Os/as servidores/as da UFRGS reunidos em assembléia hoje, 28/05/2007, no auditório da Faculdade de Direito deliberaram a entrada em greve por tempo indeterminado conforme aprovado na plenária da FASUBRA (Federação de Sindicatos de Trabalhadores das Universidades Brasileiras) dos dias 4 e 5 de maio. Assim, a ASSUFRGS  – seção sindical é a 26ª associação de servidores de Universidades federais a entrarem em greve.

 Atacados com o congelamento salarial previsto no PLP 01/2007 previsto no PAC – Plano de Aceleração do Crescimento e contra a restrição do direito de greve, os/as trabalhadores/as da UFRGS juntaram-se à explosiva conjuntura nacional de greves e ocupações de reitorias, evidenciado à luta dos trabalhadores e estudantes universitários contra o desmonte das Universidades Públicas e por melhores condições de trabalho.

 Eis as pautas de reivindicações aprovada pela assembléia que teve a presença de mais de 300 servidores:

Eixos Específicos da Fasubra– APRIMORAMENTO DA CARREIRA
– Recursos para Reestruturação da Tabela: Parâmetros da Plenária de dezembro de 2005
– Resolução do VBC
– Evolução da tabela
– Racionalização
– Alteração do Anexo IV
– RECURSOS PARA O PLANO DE SAÚDE SUPLEMENTAR
– EM DEFESA DOS HUS: CONTRA O MODELO DE FUNDAÇÃO ESTATAL

Eixos gerais dos SPFs (Servidores Públicos Federais)

1. CONTRA O PLP 01/2007 – EM DEFESA DOS SERVIÇOS PÚBLICOS
2. NEGOCIAÇÃO COLETIVA NO SERVIÇO PÚBLICO
3. CONTRA A RESTRIÇÃO AO DIREITO DE GREVE
4. Isonomia Salarial e de Benefícios
– Piso e teto – começando pelo executivo
5. Contra a restrição ao exercício do Direito de Greve
6. DPC – Diretrizes de Plano de Carreiras
7. Ascensão Funcional
8. Paridade entre ativos e aposentados e pensionistas
9. Incorporação de Gratificações
10. Contra a PEC 12
11. Pela manutenção do veto a EMENDA 3
12. Contra o Modelo o de Fundação Estatal/Contra a transformação dos HUs em Fundação Estatal
13. Regulamentação da Aposentadoria Especial
14.Contra qualquer Reforma que retirem direitos

O DCE/UFRGS esteve presente à assembléia, saudou os servidores e declarou apoio à greve como instrumento último de mobilização e reivindicação dos trabalhadores. O comando de greve agora tratará de aumentar a adesão dos técnicos-administrativos para forçar uma imediata mesa de negociação coletiva com o governo federal para vencerem a PLP 01/2007, a restrição ao direito de greve e por melhores condições de carreira.

 Mais detalhes em www.fasubra.org.br; www.assufrgs.com.br; www.ufrgs.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: